Antonio Vicente:é gente que faz!

Uma pequena floresta com árvores nativas da Mantiqueira foi obra de um único homem: o comerciante Antônio Vicente. Foram 43 anos de dedicação. Antes era só pasto. E o resultado é impressionante.

E é no meio da mata que estão os maiores tesouros da vida dele: as nascentes d´água que se transformam em oito lindas cachoeiras, cada vez maiores e mais fortes espalhadas pelo terreno de 31 hectares.

Seu Antônio mostrou que era mesmo um visionário. Há cerca de 300 anos a Mantiqueira sofre com a ação do homem: a busca por ouro, produção de café, a pastagem para o gado e a exploração imobiliária.

A verdadeira riqueza da Mantiqueira sempre esteve ali. Mas durante muito tempo passou quase despercebida. Ela desce da montanha, limpa e transparente, em forma de riachos e córregos. É tanta água, mas tanta água, que a Mantiqueira pode ser chamada de berçário de nascentes. É ela que dá de beber às maiores cidades brasileiras.

Um dos rios é todo bebido pela população de São Paulo. O Jaguari é o principal rio do Sistema Cantareira. Por isso o sonho ali é grandioso: transformar pequenos produtores rurais em produtores de água.

Além do leite, a família da Maria Turela vive também de uma renda que recebe do município de Extrema só para proteger a água. Em troca, permite cercar e reflorestar as margens dos rios e nascentes de suas terras. A propriedade também recebeu instalação de esgoto. Pelas fotos dá para ver como a paisagem mudou desde que o projeto foi implantado, há 11 anos. Um milhão de árvores foram plantadas e 500 nascentes de água estão protegidas.

VEJA +

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *