01-A JUSTIÇA DAS AFLIÇÕES

Featured Video Play Icon

As vicissitudes da vida derivam de uma causa e,pois que Deus é justo, justa há de ser essa causa.Isso o de que cada um deve compenetrar-se.

Por meio dos ensinos de Jesus, Deus pôs os homens na direção dessa causa, e hoje, os julgando suficientemente maduros para compreendê-la, lhes revela completamente a aludida causa, por meio do Espiritismo, isto é, pela palavra dos Espíritos

Clique AQUI para fazer um download deste audio!

 

As aflições neste mundo podem ser decorrentes de escolhas equivocadas ,atitudes ignorantes ou narcisismo egoísta…mas muitas delas podem ter causas em vidas passadas, explicadas pelo conhecimento da reencarnação.

As compensações que Jesus promete aos aflitos da Terra só podem realizar-se na vida futura. Sem a certeza do porvir, essas máximas seriam um contra-senso, ou mais ainda, seriam um engodo. Mesmo com essa certeza, compreende-se dificilmente a utilidade de sofrer para ser feliz. Diz-se que é para haver mais mérito. Mas então se pergunta por que uns sofrem mais do que outros; por que uns nascem na miséria e outros na opulência, sem nada terem feito para justificar essa posição; por que para uns nada dá certo, enquanto para outros tudo parece sorrir? Mas o que ainda menos se compreende é ver os bens e os males tão desigualmente distribuídos entre o vício e a virtude; ver homens virtuosos sofrer ao lado de malvados que prosperam. A fé no futuro pode consolar e proporcionar paciência, mas não explica essas anomalias, que parecem desmentir a justiça de Deus.

Entretanto, desde que se admite a existência de Deus, não é possível concebê-lo sem suas perfeições. Ele deve ser todo poderoso, todo justiça, todo bondade, pois sem isso não seria Deus. E se Deus é soberanamente justo e bom, não pode agir por capricho ou com parcialidade. As vicissitudes da vida têm, pois, uma causa, e como Deus é justo, essa causa deve ser justa. Eis do que todos devem compenetrar-se. Deus encaminhou os homens na compreensão dessa causa pelos ensinos de Jesus, e hoje, considerando-os suficientemente maduros para compreendê-la, revela-a por completo através do Espiritismo, ou seja, pela voz dos Espíritos.

“De duas espécies são as vicissitudes da vida, ou, se o preferirem, promanan de duas fontes bem diferentes, que importa distinguir. Umas têm sua causa na vida presente; outras, fora desta vida.”

“A quem, então, há de o homem responsabilizar por todas essas aflições, senão a si mesmo? O homem, pois, em grande número de casos, é o causador de seus próprios infortúnios.”

(Allan Kardec, O Evangelho segundo o Espiritismo, 118. ed., p. 99-101).

Deixe uma resposta